sexta-feira, 18 de abril de 2008

Feeling Love

Donna Summer escreveu esta letra em cinco minutos.
É apenas a mais perfeita canção pop do mundo.
Foi a primeira vez que o mundo se rendeu ao poder da electrónica, através do uso sistemático dos sintetizadores analógicos de que Giorgio Moroder foi pioneiro.
Mas, para os iniciados, o pecado maior é a versão de 16 minutos produzida por outro dos pioneiros da electrónica, Patrick Cowley. Nesta se exploram todas as dimensões da música, se usa e abusa da criatividade, se criam universos alternativos de absoluto prazer sintético. Ainda hoje não há nada assim. Não é à toa que esta é uma das canções mais tocadas, imitadas, usadas, cobertas do mundo. Conto na minha posse cerca de 20 versões diferentes, e sei que existem muitas mais. Hoje, como em 1977, a marca de uma forma de viver a noite continua tão forte como sempre. O prazer, esse está inteiro.