terça-feira, 6 de maio de 2008

E viva a Suécia!


A Suécia deve ser mesmo um país fantástico. Já nem falo dos Volvos e dos Saabs e dos Abba e da Ikea e das almôndegas. É mesmo pela música que lá se produz. Parece que os suecos têm no sangue um qualquer gene musical inato capaz de produzir obras fantásticas em barda. Os exemplos abundam (The Knife and so on and on and on...) e agora há mais um a juntar à lista. Trata-se do disco de estreia dos Gentle Touch, chamado "In Memory of Savannah", e que vem fazer reverberar uma série de campaínhas a quem, entrado nos anos como eu, se lembra daquelas bandas inglesas do virar dos 70 para os 80, oriundas de locais estranhos do Norte industrial e que faziam uma música electrónica suja, fria, deprimente, sobre o quão horrível era a vida. A cold wave que esteve na origem do synth pop que reinou nos anos 80. Lembram-se, com certeza, de bandas como os A Certain Ratio, Cabaret Voltaire, os primeiros Human League, a primeira encarnação dos New Order e por aí adiante. Pois estes senhores pegam em tudo isso e produzem um disco espectral, muito nórdico, cheio de ecos desses anos de transição e fazem uma viagem ao passado extremamente actual. Confuso? Bem, nem tanto, basta ouvir. Somos capazes de reconhecer tudo o que lá está mas perceber também como todos os elementos são utilizados de forma contemporânea e com um savoir faire que só podia existir no agora. Copistas de talento? Talvez. Mas lá que soa bem, isso é inegável. O primeiro single chama-se "Pieter Van Hoogenband" e é (imagino) uma homenagem ao nadador holandês do mesmo nome, campeão olímpico e recordista mundial. E é um portento de canção. Espero que 2008 lhes faça justiça e os traga para o grande público. Nada mais justo.

3 Comments:

Blogger isabelr said...

Fiquei com muita curiosidade em relação à música destes senhores.

7 de maio de 2008 às 10:16  
Blogger FMS said...

É, pode ser que se ouça... logo levo ;)

7 de maio de 2008 às 13:00  
Blogger DEON said...

Gostei e partilho da mesma opinião, os Suecos têm vindo a crescer cada vez mais no mundo da música.(Para além dos Festivais da Canção...lol) Os meus preferidos são os Heart of Black Science, soberbos! (http://www.heartsofblackscience.com)

9 de maio de 2008 às 02:00  

Enviar um comentário

<< Home