domingo, 6 de julho de 2008

UNKLE - End Titles... ou Como Destruir As Expectativas Dos Fãs Em 2 Álbuns

Há uns meses atrás, a expectativa era muita: os UNKLE iriam lançar o seu 3º de originais. Gostei principalmente do segundo longa duração, "Never Never Land", com as suas faixas mais ambientais e electrónicas às quais era adicionada uma pitada de rock.
No entanto, o que "War Stories" (o 3º) trouxe não foi nada disso e, pessoalmente, o álbum foi uma das desilusões do ano passado. Os UNKLE nunca foram bem música de dança, mas também nunca tinham sido rock. Talvez pela insperada mudança de direcção, fiquei-lhes com alguma urticária.
Por isso, foi com algum receio que ouvi este novo "End Titles... Stories for Film", o quarto. Pensei, na minha estúpida ingenuidade, que poderiam ter regressado aos bons velhos tempos, dado que agora se tinham inspirado em imagens em movimento para compor uma espécie de banda sonora. Mas não.
Há aqui peças mais ambientais e com um toque à lá Brian Eno ("Trouble in Paradise", "Heaven"...), é verdade, mas para além disso e dos interlúdios que separam as verdadeiras músicas, há aqui mais do mesmo que em "War Stories". Ou seja, nada de verdadeiramente entusiasmante, pois caiem exactamente naquilo que não deveriam ser: não serem carne nem peixe.
É pena. Mais uma oportunidade desperdiçada...